No páramo do sono (Michael Anthony Lahue)

Postado por
Escritos, Poemas
WP Symposium Pro - Extensions Plugin
This demonstration has expired, please purchase a licence or uninstall the WP Symposium Pro Extensions plugin - get a valid licence code here.

Poema sobre as paixões que surgem dentro de nós e a cobiça do amor eterno num universo impermanente.

Vozes no páramo do sono,
meus sonhos estão me chamando
Vozes no páramo do sono,
meus sonhos estão me chamando

Por que vocês me convocam,
nas horas do sossego?
Na minha serenidade,
insistem com apego

O amor incógnito,
chamegos de carinho
O rumor inaudito,
do corpo nu sozinho

Quem é você que me encanta?
Sua lindeza me cativa
Quem é você que me encanta?
Sua lindeza me cativa

Suas costas veludosas,
por baixo do algodão
Orvalho de suor,
camarinha de paixão

Na luminosidade,
procuro-lhe com decepção
Flutua suavemente,
o perfume do seu florão

Aparece de repente,
sem aviso você vem
E some subitamente,
na distância, além

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *