Ai gente, fala sério!

Postado por
Crônicas, Escritos
WP Symposium Pro - Extensions Plugin
This demonstration has expired, please purchase a licence or uninstall the WP Symposium Pro Extensions plugin - get a valid licence code here.

Crônica sobre manias de adolescente e os desafios do namoro.

Tipo assim, a minha mãe tava conversando no telefone com a amiga  dela e meu namorado ia me ligar. Não consegui ligar pra ele porque meu celular tava recarregando e minha mãe não deixava esse telefone.

– Larga o telefone mãe! É sexta-feira à noite. Pelo amor de Deus. Eu nunca vou sair desse jeito. Ai gente, fala sério! 

Mas ela continuou falando e falando e pra distrair dava risada e falava novamente. Eu nunca vi. Ela passa a semana inteira em casa e não liga pra ninguém. Agora ela faz isso comigo, justamente esta noite. Tô com minha blusa nova azul-nenê baby look, aquelas calças-pink que eu não consegui resistir comprar e meus novos saltos roxos.  Fiquei tão fofinha pra ele hoje e agora? Nossa senhora!

– Larga esse telefone mãe, por favor!  Gente do céu, já são dez e meia. Ah, esqueci a bolsinha.  Batom, pente, carteirinha, camisinha…  Cadê meu celular? Deixei no quarto.  Tá verde? Não. Liga por favor. Liga pra mim, meu celularzinho pratinho.  Vai ligar, não vai?  Que saco!

– Mãe!#?  Por favor.  Mãe preciso sair.  Ele está tentando me ligar agora.  Ai mãe, fala sério.

Mas fala sério.  Gente, que vergonha.

– São quase onze horas mãe.

– Querida!  Seu namorado tá aqui meu bem.  Sai logo.  Está buzinando.

– Ainda bem que ele veio.  Se não.

Me produzi toda pra ele.  Fiquei tão gostosinha.  Nossa, que mico.  Preciso correr.  Ai, esqueci minha blusa.

– Mãe, cadê minha blusa pink de zipper?

– Não sei.  Coloquei no armário ontem.

– Achei!

– Não volte muito tarde, tá?

– Mãe, preciso ir.  Um beijo.  Até amanhã.

– Amanhã não, esta noite.

– Sei mãe.

– Vá com Deus.  Tome cuidado com esse cara, viu?

– Sei mãe.  Ele é meu namorado.  Tchau mãe.  Beijão.  Te vejo amanhã.

(Agora no carro…)

– Oi meu amor, tudo bem?

– Tudo.  Vamos?

– Vamos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *